"Os que confiam no SENHOR serão como o monte de Sião, que não se abala, mas permanece para sempre. " Salmos 125:1

Palavra

ROMPENDO COM AS VELHAS ESTRUTURAS

Data: 04 de janeiro de 2018 |

Palavra de Célula
ROMPENDO COM AS VELHAS ESTRUTURAS 

Texto: Mc 2.18-22 – Textos Complementares: Is 58; II Co 5.17; Rm 12.1-2.

INTRODUÇÃO:
Estamos começando mais um ano novo, e falamos no dia 31 de que temos que deixar o velho para que Jesus possa trazer o novo em nossas vidas. Falamos também, que somente podemos ser transformados se formos renovados na mente. Então, hoje, falaremos sobre a necessidade de se romper com as velhas estruturas estabelecidas na mente (2 Coríntios 10:4), para podermos ser cheios do novo vinho da Pessoa de Cristo em nós.
Um odre era feito de peles de carneiro, flexíveis. Enquanto novo, o odre tinha a capacidade de se esticar na mesma medida que o vinho novo ia se expandindo dentro dele. Quando se tornava velho, perdia sua capacidade elástica, tornando-se rígido demais. Qualquer porção de um vinho novo que se colocasse ali seria o suficiente para provocar o estouro do recipiente, que já estava esticado o máximo.
O vinho novo representa Jesus, e os odres velhos, nossas estruturas de mente, ou seja, a nossa maneira de pensar e, consequentemente, a nossa maneira de agir.

VAMOS APRENDER UM POUCO SOBRE COMO TER O VINHO NOVO DE JESUS

1– A DIFERENÇA ENTRE O VELHO E O NOVO
No final da passagem bíblica, Jesus faz uma ilustração usando as figuras do remendo de pano novo em vestido velho, e do vinho novo em odres velhos. Ele ensina que não se pode ter uma genuína experiência com Deus, por meio do jejum ou outra prática qualquer, com base nos velhos rituais religiosos. Não adianta só jejuar ou fazer qualquer outra coisa, se de fato não houver um desejo real de mudança dentro da gente.
Eu me relaciono com Deus, orando e lendo a Bíblia, e tendo fé em sua Palavra, jejuando e indo à Igreja, à célula, ao M12, aos encontros, etc, mas tudo isso deve ter uma disposição correta do meu coração, ou seja, eu devo sentir mesmo a presença de Deus e saber que Ele está me ouvindo, recebendo o que falo e faço e vendo todo meu comportamento. A nova relação com Deus, só combina com novas disposições de coração, mente e vontade. Os discípulos dos fariseus e os de João, estavam perdendo a oportunidade de desfrutar do Vinho novo, porque seus odres estavam envelhecidos pela tradição e pelos costumes, que só os condicionavam a uma velha maneira de viver. Eles tinham dificuldades de romper com esse estilo de vida para receberem o vinho novo de Jesus. Viviam jejuando conforme estavam acostumados e não entenderam o tempo do novo e nem quiseram o novo. Jesus era o novo que tinha chegado, mas eles preferiram ficar nas velhas tradições, até porque era mais fácil, era só jejuar três vezes por semana e pronto.
Muitos querem continuar assim, vivendo o velho, vai uma vez na igreja, não quer fazer a escola de líderes, não quer ter uma célula em casa, são infiéis com Jesus, como os fariseus. Só que Jesus condenou os fariseus, porque eles tinham a alegria de ter o noivo, que era o próprio Jesus, mas não quiseram essa alegria. Ficavam carrancudos jejuando e com inveja da alegria dos discípulos.  Jesus era o Noivo mas eles não eram a noiva, porque não eram da Igreja de Jesus. Que pena. Perderam tudo! Jesus ainda é o noivo, e você? É parte da noiva de Jesus? Quer alegrar-se vivendo o novo que Jesus traz, ou vai chegar em dezembro de 2018 com as mesmas coisas velhas que terminou 2017?

2 – DETERMINADOS A DEIXAR O VELHO E VIVER O NOVO
Se eu não mudar o recipiente, que é o meu coração, a minha alma, minha mente, para receber o vinho novo, ele pode entrar mas vai explodir e vazar. Não terá como permanecer porque o couro velho vai arrebentar. Por isso que neste início de ano, você já deve se esforçar, e eu disse esforçar-se por que Jesus disse que só reinaremos com muito esforço, violência até. Violência, não contra as pessoas, mas contra os meus maus hábitos, meus maus costumes, minhas maneiras velhas de ser, como por exemplo: ira, quebrar as coisas quando está com raiva, ódio de pessoas, falta de perdão, não pagar as contas, mentir, enganar pessoas para proveito próprio, falsidade de ter duas, três, quatro, cinco caras, adultério, pensamentos sujos, pornografia, relacionamentos íntimos incompatíveis com a santidade de Deus, vícios, preguiça, ser negligente com a Obra de Deus, infidelidade com a esposa, com o marido, ainda que não seja adultério, infidelidade nos dízimos e nas ofertas, mesquinhez para com a família e para com Deus. Eu devo ter muita coragem e disposição, ser violento contra mim mesmo, contra o velho homem, para Jesus poder criar o novo homem.


CONCLUSÃO
As velhas tradições religiosas estavam impedindo que algumas pessoas pudessem ter uma nova experiência com Jesus. Eles não viam a necessidade de mudança e nem queriam, por isso mesmo foram condenados por Jesus. Havia urgente necessidade de se romper com os velhos padrões de conduta para abraçar uma nova vida em Cristo, aqui representada pelo vinho novo, mas eles não quiseram. Jesus continua o mesmo, clamando para quem quiser ter uma vida nova nele. Ele é o vinho novo, Ele é tudo de bom, Ele é a esperança da alegria, Ele é a certeza de salvação eterna, Ele nos prospera, nos alegra, nos faz crescer, Ele é tudo que podemos desejar.
Mas para conter a Jesus em nós, não podemos ter um odre velho. Meu coração precisa ser novo. Minha mente precisa ser nova. Deus tem, em Jesus, novos territórios para nos dar em conquista, em todos os aspectos da nossa vida, na família, casamento, finanças, saúde, ministérios. Mude para conquistar! Mude para entrar em novos territórios! Mude par experimentar o novo de Deus em sua vida e família!
Que neste ano de 2018 você decida ser novo, odre novo, para receber o vinho novo de Jesus!


ANUNCIOS
Oração às 18 hs  na igreja – não teremos jejum esta semana.

OFERTA – Atos 5  (ler)
Ananias e Safira, no capitulo 5 de Atos, queriam benção que tem um ofertante extravagante, mas não queriam entregar todo seu dinheiro. A benção, eles a queriam a total mas a oferta eles queriam entregar pela metade. O pecado deles não foi a quantidade mas a mentira na tentativa de enganar a Deus. Deus não se deixa enganar.
Este fato tão drástico que a Bíblia nos apresenta nos faz pensar como Deus leva a sério a oferta que entregamos no seu altar. De fato, Deus abençoa os que fielmente mantém a sua casa, por isso, não podemos mentir a Deus. Temos que ser fiéis até quando Jesus voltar. Ananias e Safira morreram e não desfrutaram de nada, nem da benção que viria da oferta a Deus e nem do que esconderam, que com certeza ficou para algum parente. Todas as pessoas que tentam enganar a Deus, dando menos do que deveriam, escondendo valores para não entregar os dízimos acabam, no final, ficando sem uma coisa nem outra. Creio que ninguém vai morrer fisicamente por fazer assim, por que estamos no tempo da graça, mas as finanças de pessoas que agem como esse casal, com o passar do tempo, com certeza, morrerão! Não são poucos os crentes que não são totalmente fieis a Deus. Entregam num mês e no outro não, se Deus os provar um pouquinho, para saber se são fieis ou não, já falham e deixam de honrar a Deus e por isso sempre estão em constantes dificuldades.
Mas temos a oportunidade de prosperar abundantemente, neste ano de 2018, como Deus nos diz, em sua palavra, desde o Gênesis até Apocalipses, sendo fiéis a Ele em nosso dízimos e ofertas
Faça diferente, haja diferente, cumpra fielmente com a Palavra de Deus e Ele cumprirá todas as suas promessas com você.
Feliz e próspero 2018 a todos os fiéis da terra!

Tenha um excelente célula e uma magnifica colheita em Nome de Jesus! Ap Edilson



Link:

Veja também

Horário de Cultos

Rede Jovem - Sábado às 19:30 horas
Culto da Família - Domingo às 18 horas
Rede de Adolescentes - Sábado às 16:30 horas
Rede de Crianças - 1° Sábado do Mês às 14 horas

(67) 3042-1212

Av Mato Grosso, n° 3566 - Coophafé
Campo Grande / MS
CEP: 79021-151

Desenvolvido por: Youzoom Soluções Web